*Como foi a Política do Pentágono Chamada Globalização?

Do: HISPANTV

Como sabemos, estava gravitando na vida dos homens nos últimos quarenta anos. Foi fundamental para a epistemologia imperialista ocidental.

Naquela época, tornou-se o sustentáculo da superestrutura política ideológica do domínio imperialista ocidental.

Seu desenvolvimento foi devido a uma implosão da situação da arquitetura de dominação imperialista ocidental, particularmente no contexto da fase decisiva (terceira fase) da conjuntura histórica, remove toda raiz da superestrutura política e ideológica que ainda sobrevivia depois desta implosão.

1.- O núcleo da questão:

O ponto central aqui é que o processo da globalização constante da economia capitalista, como parte da lei dos monopólios, não teve nada a ver com essa política chamada globalização do Pentágono. O primeiro é um processo econômico e o segundo é uma imposição política.

Assim, essa globalização em seus começos foi uma política como outras desenvolvidas pelos Estados Unidos para impor seu poder. Exemplo, o macarthismo (Joseph McCarthy) dos anos cinquenta (50-56) do século passado, sua ofensiva começou neste planeta a partir de 11 setembro de 2001, etc.

Sua (Globalização) imposição foi mais descarada. De fato, naqueles anos (setenta, oitenta do século XX) o charlatanismo sobre a globalização era monumental. Tudo era globalização. Como fazem agora com as bandas paramilitares e as células fascistas adormecidas do Pentágono. Nada foi dito sobre o neoliberalismo. Foi proibido. Aqueles que o fizeram foram acusados ​​de terrorismo. Toda a maquina do estado capitalista, não apenas a mídia, mas também todo o sinistro aparato político-militar estava naquela dança. Foi um período de ferozes ditaduras ideológicas.

A intimidação do ex-presidente dos EUA George W. Bush (filho) se referia a: “Ou eles estão conosco ou estão contra nós“, resume a situação.

Os líderes comunistas denunciaram então a ferocidade dessa globalização que afetou as lutas do proletariado, revertendo-o até uma fase defensiva estratégica.

2.- É claro que ele cumpriu seu objetivo: o neoliberalismo foi surgido e sacramentado:

E a verdade é que cumpriu seus objetivos. Os monopólios da informação e os escribas pagos, abriram caminho para a imposição do neoliberalismo. Eles abalaram a consciência do povo. Eles afetaram suas lutas. Foram longas décadas de desolação e prostração. O planeta sucumbiu aos seus tentáculos.

Consequentemente, foi uma ofensiva ideológica que eliminou todos os vestígios do progressivismo e do desenvolvimentismo da humanidade e, para se impor, recorreu a todo discurso ideológico do passado, sobretudo, criminalizando e agitando contra o marxismo. Na verdade, constituía a base ideológica do fascismo que, em seguida, continuou nos Estados Unidos e no mundo a partir de 11 setembro de 2001.

As teses anti-científicas e medievais de Henry Kissinger e Zbigniew Brzezinski, preparadas para agradar a velha burguesia financeira americana, têm-se mantidas nessa linha. “O grande quadro mundial: a supremacia americana e seus imperativos geoestratégicos” foi delineado sob esse critério fascista.

Como é sabido, com este neoliberalismo a velha burguesia financeira americana procurou conter a queda em suas taxas de lucro, que começaram a se intensificar após o início do “longo ciclo econômico de contração” e da crise que o sistema capitalista tinha entrado desde 1973.

A política econômica exigiu que os países abrissem suas fronteiras para que os polvos americanos sugassem seus recursos naturais sem controle ou limite, por meio de obscuras privatizações ou roubos flagrantes. A política imperialista cruel de vassalagem e submissão dirigidos contra as nações alvos, a fim de reduzi-los em simples exportadores de commodities, praticamente proibindo o desenvolvimento de suas indústrias, obrigando estas nações exploradas a mergulhar numa enorme pobreza com enorme desemprego, tirando seus sistemas de seguridade social e declarando-os como seres de segunda ordem. A globalização serviu a imposição desta política criminal. É por isso que a “Globalização” foi e é considerada um tremendo charlatanismo mundial.

3.- Nesse caso, todo o aparato político, ideológico e até militar do imperialismo estadunidense foi comprometido:

É verdade que neste projeto global, os estadunidenses participaram ativamente com seus monopólios de informação, seus centros de doutrinação e seus apologistas.

Imediatamente os criadores da “Globalização” levaram seus escribas pagos aos seus laboratórios no Pentágono, primeiro para reciclá-los e depois instruí-los a levantar diferentes teorias que suportariam sua globalização. Eles prepararam cúpulas e conferências, mesmo sob os auspícios de organizações internacionais e ONGs que eles controlavam, para que eles assumissem renome mundial e se tornassem falsos doutores e falsas iminências. 

Claro que isso foi adicionado à chamada “intelectualidade” da pseudo esquerda. Eles são aqueles que se gabaram de ter estudado em Harvard ou em outros laboratórios de pseudo-ciência (medieval e clerical), centros de anticomunismo que não têm significado científico, escolas de contra-insurgência, etc. Passaram em bloco com todo o seu maquinário mundial sob o sustento de todo oportunismo. Era a podridão daquela intelectualidade acostumada com as costumeiras crostas: os parlamentos, os conselhos, a publicação de seus escritos, as viagens e os elogios. Previamente reciclados eles renunciaram suas “posições marxistas fracas“.

4.- Na verdade, foi um escândalo de proporções globais:

Todo o aparato político-militar dos países imperialistas foi posto em movimento. Isso estava em conexão direta com as operações armadas que o Exército dos EUA estava desenvolvendo, primeiro no Afeganistão com suas forças paramilitares (Mujahideen), depois a invasão do Iraque. Entende-se que a globalização e o neoliberalismo não foram políticas isoladas, mas foram devidamente interligadas e interligadas com toda a geoestratégica norte-americana.

Devido à magnitude desses eventos, na realidade, é um escândalo de proporções globais que se manteve à tona por quatro décadas, até mais do que o sistema unipolar. Por outro lado, tem sido o sustento de toda a geoestratégica dos EUA desde os anos setenta do século passado. E depois da implosão da sua última geoestratégia em uma situação de transição para uma nova fase, em terceiro lugar, da situação histórica em curso no momento, o barulho da implosão deste geoestratégia que a sua globalização está incluído, tem sido fenomenal.   

5.- No entanto, a explicação científica era simples:

Os manuais de economia política a esse respeito são muito claros. De fato, o capitalismo, a partir do momento em que emergiu, mostrou-se como uma força de ruptura com o regime autárquico do sistema feudal, isto é, a ruptura com economias fechadas. Desde o início, o capitalismo prevaleceu, quebrando os mercados nacionais, tornando-se cada vez mais internacional. Isto foi ainda mais claro quando passou para a segunda fase, a fase imperialista, no final do século XIX. Esse processo dos anos 50 do século passado (século XX) tornou-se ainda mais latente. Claro que na década de oitenta, trinta anos mais tarde, quando o Pentágono impôs sua globalização, houve um grande processo de globalização da economia, que era inegável, era uma globalização de monopólios e internacionalização do capital.

Continue lendo…

(*) ENRIQUE MUÑOZ GAMARRA: Sociólogo peruano, especialista em geopolítica e análise internacional. Autor do livro: “Conjuntura Histórica. Estrutura Multipolar e Ascensão do Fascismo nos Estados Unidos “. Seu site é: www.enriquemunozgamarra.org

Um comentário sobre “*Como foi a Política do Pentágono Chamada Globalização?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.