*CIA, uma Incubadora de Monstruosidades

cia

Em 26 de julho de 1947, Harry S. Truman, presidente dos Estados Unidos, assinou a Lei de Segurança Nacional que deu vida à CIA. A Central Intelligence Agency ou Central Intelligence Agency, herdeira do Escritório de Serviços Estratégicos (OSS), começou a se organizar para combater a Itália, a Alemanha e o Japão durante a Segunda Guerra Mundial.

A CIA, com cerca de 16 mil funcionários e sede em um complexo de 104 hectares perto do rio Potomac, em Langley, Virginia, tinha a tarefa de coleta e análise de informações sobre os inimigos externos dos Estados Unidos e, assim, permitir que o; presidente/Pentágono/Congresso abordem ameaças presentes e potenciais.

Embora a estrutura legal estabeleça que a atividade de inteligência da CIA deve ser “oportuna, objetiva, independente de considerações políticas e baseada nas fontes da comunidade de inteligência”, é ingênuo aceitar que a estratégia de inteligência dos EUA . no mundo real é apolítico, já que desde sua fundação, a CIA ultrapassou seus próprios limites e desenvolveu operações clandestinas tendentes a modificar as políticas internas de outros países, de acordo com os interesses e a segurança dos Estados Unidos.

A CIA está envolvida nas políticas mais escuras, ações e manobras contra os líderes, organizações e instituições que interferem com os interesses do império, violando toda regra ética, jurídica que rege as relações políticas e econômicas internacionais diplomáticas. Por sua vez, um longo histórico de corrupção, ações ilegais, denúncias e descrédito estão associados a este serviço de inteligência e seus principais líderes.

Tortura e prisões ilegais

Em 2006, organizações internacionais acusaram a CIA de usar aeroportos europeus para transportar prisioneiros para suas prisões e de ter várias prisões secretas ilegais em toda a Europa, onde havia pessoas que foram torturadas. Na mesma linha, a tolerância ou colaboração de vários governos, como a Hungria e a Espanha, contra esses eventos foi denunciada.

Um relatório do Parlamento Europeu confirmou, em 2006, que a CIA foi “directamente responsável pelo sequestro, transferência, sequestro e detenção de suspeitos de terrorismo” na Europa. No mesmo ano, após a revelação do Presidente George Bush de que existem centros secretos para suspeitos de terrorismo, os deputados pediram esclarecimentos sobre o possível envolvimento dos governos da União Europeia (UE) na detenção e transferência de prisioneiros parte da CIA, assim como se houvesse prisões deste tipo em território comunitário.

Finalmente, em 2007, Dick Marty, o senador suíço que investigava do Conselho da Europa as atividades ilegais da CIA depois dos ataques de 11-S, emitiu seu segundo relatório, no qual se considerou provado que Polônia e Romênia abrigaram centros ilegais da agência americana entre 2003 e 2005, onde supostos terroristas islâmicos foram submetidos a técnicas de interrogatório “equivalentes à tortura”.

Numerosos jornalistas e meios de comunicação em todo o mundo fizeram acusações sobre os Estados Unidos. e, especificamente, sobre a CIA violar as Convenções de Genebra recorrendo à tortura.

Em fevereiro de 2009, o presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, nomeou o economista Leon Panetta como diretor interino da Agência. Sobre os responsáveis ​​por torturar a agência, Panetta disse que defenderia os oficiais que “fizeram o que seu país lhes pediu para fazer”.

Abaixo, como exemplo, um breve resumo das ações terroristas da CIA na América Latina e no Caribe:

estatísticas de aplicativos no MERCADO DA ÁSIA

Leia na íntegra: La CIA, una incubadora de monstruos

Leia também: Tribunal Europeu condena a Lituânia e a Romênia por serem cúmplices da CIA

2 comentários sobre “*CIA, uma Incubadora de Monstruosidades

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s