*Outros Países Poderiam Fornecer Modelos Para as Leis de Armas dos EUA

Enquanto os EUA buscam respostas após outro tiroteio em massa, outros países limitaram com sucesso a violência armada.

Um estudo do Pew Research Center de 2017 descobriu que cerca de quatro em cada 10 adultos americanos vivem em uma casa com uma arma. A maioria dessas famílias relata ter mais de uma arma. A alta taxa de posse de armas nos EUA tem um custo mortal.

“Existe uma correlação entre a disponibilidade de armas e o número de tiroteios em massa. Ambos estão subindo ao mesmo tempo e não é coincidência”, disse Enrique Pumar, pesquisador da Universidade Católica de Washington DC.

Nas últimas décadas, outros países adotaram medidas rígidas de controle de armas e obtiveram resultados positivos.

Um tiroteio em massa na Austrália em 1996 levou ao banimento de muitas armas. O governo comprou de volta e destruiu centenas de milhares de armas. Nos anos anteriores à repressão, houve 13 tiroteios em massa na Austrália. Nas duas décadas desde a proibição, não houve tiroteios em massa.

Um tiroteio em massa em 1996 no Reino Unido levou a leis que proíbem armas de fogo, com apenas algumas exceções. Em poucos anos, as mortes por armas despencaram e continuaram a cair desde o início dos anos 2000.

O Japão tem algumas das leis de controle de armas mais restritivas do mundo. De acordo com o Conselho de Relações Exteriores, a taxa de homicídios com armas de fogo é a mais baixa do mundo.

Mas há uma enorme resistência política ao controle de armas nos Estados Unidos. O poderoso lobby de armas da NRA se opõe a quase todas as medidas de controle de armas, e as armas são extremamente populares em grande parte do país.

“Nunca chegaremos a uma solução como a da Austrália. Nunca chegaremos a uma solução como a que o Reino Unido teve. Somos americanos e em nossa constituição a segunda emenda garante o direito de portar armas… Então acho que temos que operar dentro desses limites, mas acho que há algumas coisas que podemos fazer amanhã que teriam um efeito drástico”, disse. Shawn VanDriver, pesquisador de segurança pública do Truman National Security Project.

VanDriver sugeriu que limitar a capacidade de munição, verificações universais de antecedentes e exigir treinamento de segurança com armas de fogo poderiam ajudar, mesmo que essas medidas não parassem completamente os tiroteios em massa.

NRA:

NRA, associação que faz lobby pró-armas nos EUA, pede falência:

Após processos e demissões, a National Rifle Association (NRA) afirmou que tentará se reorganizar no Texas. Movimento foi visto como tentativa de escapar de processos por fraude.

A NRA teve um papel importante nas eleições de Donald Trump em 2016. Os filhos do presidente americano, Eric e Donald Jr, são membros e participam regularmente de eventos da NRA. Alguns especialistas alertam que a poderosa Associação Estadunidense pro armas, investe em políticos de direita em todo o planeta.

Imagem da internet: Sede da poderosa lobista pró armas NRA / EUA

Leia na íntegra: Other countries could provide models for US gun laws

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.