*Dezenas de Palestinos Perderam suas Vidas e o Mundo Covardemente se Cala

De: El Intransigente

EXCLUSIVO: DO EMBAIXADOR (HUSNI ABDEL WAHED) DA PALESTINA

Ele diz que franco-atiradores, estacionados na fronteira, atiraram a sangue frio e mataram paramédicos, crianças e jornalistas enquanto a filha de Trump abria a embaixada dos EUA em uma grande festa. (lembra Nero tocando lira enquanto as massas queimavam na Roma em chamas “Quo Vadis”).

"Há dezenas de palestinos que perderam suas vidas e não uma reação no mundo"

Por Leticia Martínez:

Na inauguração da transferência da Embaixada dos Estados Unidos de Tel Aviv para Jerusalém, o Exército israelense bombardeou e atacou com franco-atiradores a população que se manifestava em Gaza contra a instalação diplomática e matou 60 pessoas, e há mais de dois mil feridos.

Um dia sombrio para lembrar o 70º aniversário da criação do estado de Israel, mas para uma grande parte da população palestina foi o Nakba, (para o qual eles tiveram que deixar suas terras), Israel reprimiu as manifestações realizadas pelos palestinos em Gaza e na Cisjordânia. Dos 55 mortos, 10 eram crianças e 45 eram jornalistas e paramédicos, eles tinham idade média entre 18 e 35 anos.

“Os protestos foram em território palestino. Intencionalmente, as fatalidades ocorreram em Gaza porque é um dos objetivos da política israelense. Segundo Husni, o interesse de Israel seria tirar o foco sobre o que está acontecendo na Cisjordânia,  (a ideia de que a Cisjordânia, ‘incluindo Jerusalém Oriental’ faz parte de Israel, ‘imperialismo israelense’) , “disse o embaixador da Palestina em Israel, Husni Abdel Wahed , em diálogo com o Intransigente.

5177-2

A explosão da bomba fósforo branco. As conchas-utilizadas em Gaza constitui um crime de guerra de acordo com a Human Rights Watch.

Incorporando a Cisjordânia à Israel, o estado anexaria 5.640 quilômetros quadrados ao território israelense, Jerusalém oriental já foi anexada.

DdPfbyLW0AAXRnI

O que acontece em Jerusalém?

A disputa entre israelenses e palestinos em relação a Jerusalém baseia-se no fato de que a ONU estabeleceu na ‘partição‘, que a parte ocidental corresponderia a Israel, enquanto a parte oriental pertence a Palestina. Na Guerra dos Seis Dias, em 1967, Israel ocupou a parte que pertencia à Palestina.

Por essa razão, as embaixadas do resto do mundo estão localizadas na cidade israelense de Tel Aviv. Instalar a sede diplomática em Jerusalém, implica reconhecer essa cidade como a capital dos israelenses. 

Hoje – 14-05-2018 – a filha de Donald Trump, Ivanka, viajou a Jerusalém para participar da inauguração da embaixada que seu pai decidiu mudar de Tel Aviv para a cidade em disputa.

ivanka.trump_

Foto: Ivanka sorridente inaugura a embaixada estadunidense em Jerusalém

“Hoje, o irresponsável presidente dos EUA, Donald Trump, transferiu sua embaixada de Tel Aviv para Jerusalém”, disse o embaixador, lembrando que, desde 30 de março, atividades de protesto contra a ocupação são realizadas semanalmente nos territórios palestinos. “a marcha do retorno“, para o qual, eles pedem que aqueles que tiveram que deixar a terra em 1948 possam retornar.

Quanto ao abate cometido hoje por forças israelenses sobre a população, (manifestantes em Gaza e na Cisjordânia), o embaixador disse que o governo israelense já havia anunciado há algumas semanas, que iria colocar 100 franco-atiradores na fronteira com Gaza.

“Os franco-atiradores têm uma tarefa simples e única que é ‘caçar‘ seus alvos. Não era verdade que era para parar os manifestantes, porque, atiradores disparam de longa distância, sem corpo a corpo “, diz o diplomata sobre os assassinatos hoje, ele assegura que o numero de mortos pode ultrapassar os 60, por causa do número de feridos graves.

População

575fdeb5f1011-faixa-de-gaza

De acordo com dados oficiais palestinos, a população é dividida da seguinte forma: dois milhões e meio na Cisjordânia, um milhão e meio em território israelense e dois milhões em Gaza. Mas é um fato fundamental, e é isso que sempre dizem, que se estima que haja seis milhões de refugiados espalhados pelo mundo, especialmente nos países árabes da região.

Há um silêncio cúmplice da comunidade internacional e das organizações internacionais“, fazem parte do massacre que é cometido contra o povo palestino. “Quando um colono judeu perde a vida, todo mundo estremece e todos o condenam”. Apenas hoje há dezenas de palestinos que perderam suas vidas e não houve uma reação no mundo, reclamou o diplomata sobre a informação vinda da Palestina.

bomba-fosforo-branco-gaza

Foto: Conflito. As Crianças de Gaza e as Bombas de Fósforo Branco

Leia mais: http://forum.antinovaordemmundial.com/Topico-documentos-do-ex%C3%A9rcito-dos-eua-revelam-monsanto-ligada-%C3%A0-horr%C3%ADveis-armas#ixzz5FadOUAL3

Leia na íntegra: Dezenas de palestinos perderam a vida. Milhares de feridos

Leia também: O Paraguai transferirá sua embaixada em Israel para Jerusalém no final de maio. Isso acrescenta ao anúncio de Trump e à Guatemala, que já o fez

Leia também: Merkel: Os países da UE concordam que o acordo nuclear com o Irã “não é perfeito”. Mas devemos permanecer com o acordo

A HUMANIDADE APODRECEU MENTALMENTE, “QUO VADIS”, HOMENS QUEIMANDO HOMENS 

Um comentário sobre “*Dezenas de Palestinos Perderam suas Vidas e o Mundo Covardemente se Cala

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.