*A Reação Patriarcal

A prostituição não é a mais antiga profissão. É sim, a mais antiga forma de exploração patriarcal visando a submissão e servidão:

Do: elPeriódico

A reação patriarcal

A reação patriarcal

Por Ana I. Bernal-Triviñ1

“Como passamos do último  8 de março  para a situação atual?”, Perguntam-me. Para aqueles que, em debates, tentam separar o  feminismo  e a  política têm a resposta lá. O feminismo é um movimento social, mas também político. Goste ou não, a política é o que articula as medidas, leis e soluções que protegem nossas vidas e as de nossas crianças da  violência sexista . No último dia 8 de outubro, avisei-o no programa “Las Mañanas” da TVE:  cuidado com o antifeminismo de Vox , porque é isso que está por vir.

Chegamos a essa situação não porque o feminismo enfraqueceu. Pelo contrário, chegamos a isso porque o  feminismo é agora mais forte  e vai à raiz do patriarcado (ver, por exemplo, debates sobre a prostituição). Como sempre, a cada passo do feminismo, o  machismo (responde reacionariamente), não pode e não quer consentir  e a resposta patriarcal chega de imediato . Nós sabemos disso Eles (machistas) são previsíveis.

Conceitos do passado usado sem vergonha 

Esse  patriarcado  continua nas estruturas de poder, nos partidos (e quando falo de patriarcado eu não digo apenas homens-maioria-, mas  também mulheres políticas  que, educadas no patriarcado, normalizam e defendem essa estrutura). E porque eles (o patriarcado) tem concedido esse poder, eles propõem políticas contra as mulheres. 

Diante da evolução da cultura democrática (Hum), agora a  direita e a extrema direita  falam de conceitos do passado sem vergonha ou pudor algum. Por que isso aconteceu? Porque, como os  fascistas , os  machistas sempre estiveram (e estão) lá . Às vezes mais declarados, às vezes mais silenciosos para não serem desmascarados em público.

Quando a lei da violência de gênero foi aprovada por unanimidade   em 2004, o machismo estava lá, inventando desculpas para fazer uma lei que atendesse aos requisitos e acordos internacionais. O machismo é sempre antidemocrático  e qualquer avanço, para ele, é um ataque aos seus interesses. Então os apelos chegaram e eles não permaneceram em silêncio até que o  Tribunal Constitucional determinou que a lei não é discriminatória , isto é, não é inconstitucional.

Dado este passo em favor dos direitos das mulheres, o machismo respondeu. E ele fez isso com o  mito das falsas acusações , negadas pelo Conselho Geral do Judiciário. (O número é tão baixo que, de longe, não é significativo, alegaram). 

Além disso, a mulher que “falsamente” denuncia todo o peso da lei cairá…

Leia na íntegra: La reacción patriarcal

a

s

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.