*A “União Européia” Idealizada Pelo Nazismo. Cultural ou Simbiótica ?

Do: 10 Publico

Uma moeda única, um mercado comum e até mesmo o nome de Confederação Européia eram conceitos que os nazistas embaralhavam para “uma Europa protegida pela suástica. Era 1943 e havia tempos ruins para Hitler e seus seguidores após o desastre de Stalingrado. O Terceiro Reich precisava conquistar seguidores , então seus chefes inventaram algo que lhes desse uma boa imagem e serviria para cobrir seus “aliados cansados da guerra“; canções.

Como parte da “luva de veludo que estava a usar a mão de ferro temida do Terceiro Reich, ele pensou em criar uma série de instituições e iniciativas culturais, incluindo uma “eurovision nazista em que “Espanha teria o direito de participar”.

União Européia aos nazistas

Em março de 1943, um mês da devastadora derrota alemã na”Batalha de Stalingrado, (por este motivo, a direita e a extrema direita tem um ódio histórico pela Russia) o ministro do Exterior alemão, Joachim von Ribbentrop , ciente de que os alemães precisavam de toda a Europa sobre o seu controle para derrotar a URSS, teve uma revelação: para salvar os pratos de quebra-los, deveriam criar uma “Confederação Europeia.

Essa entidade, segundo a Wikipedia , seria formada pela Alemanha , Itália, França, Dinamarca, Noruega, Finlândia, Eslováquia, Hungria, Romênia, Bulgária, Croácia, Sérvia e Grécia. A “participação da Espanha era esperada“, mas a neutralidade de Franco quanto a participação causou algumas dúvidas. Claro, se ele não ousasse entrar na guerra, como ele iria participar de um concurso musical?

O memorando elaborado por ordem de Ribbentrop estabelecia que, se fossem criados “novos estados , nos territórios ocupados naquela época pela Alemanha, eles também seriam convidados a participar. Não se esperava que a Suécia , a Suíça ou Portugal entrassem na confederação enquanto durasse a guerra, mas tampouco suas filiações foi considerada de grande importância.

Os países do “Benelux (Bélgica, Países Baixos e Luxemburgo), a propósito, foram omitidos da lista de países propostos, uma vez que a “sua futura integração no Reich alemão já havia sido decidida .

A Europa, unida, nunca será derrotada!

O objetivo por trás disso era para proteger os aliados da Alemanha de que “a independência seria respeitada depois da guerra , e dar a impressão aos soviéticos e aliados ocidentais que “toda a Europa estava unida contra eles (propaganda nazista).

Apesar de tudo soar bem, a proposta pouco atraiu o apoio dos líderes nazistas (Walther Funk , ministro da Economia do Reich foi um dos poucos que a assinou), a “União Européia nazista“teria uma “moeda única, um “banco central em Berlim”, uma política trabalhista e acordos econômicos e comerciais comuns, mas deixaria todos os estados claramente subordinados à Alemanha nazista. Vamos lá, eles seriam os “palanganeros” (aparato de madeira ou louça onde eram servidos os assados) de Hitler.

A eurovision castanha:

Como afirmou em seu livro “O Império de hitler”, o historiador britânico Mark Mazower , especializado em história européia do século XX, a política cultural nazista serviu para evitar o estabelecimento de acordos reais sobre questões internacionais. Ou seja, se no final não houvessem suficientes interessados em criar uma “União Européia” com Estados soberanos para saquear sua vontade , bastaria montar uma série de “eventos culturais internacionais para dar o hit … um “paripé” (imagem falsa) .

Os alemães organizaram uma série de conferências internacionais em que o tema principal eraEuropa e criaram o “Concurso Cultural da Juventude da Europa. Este último foi, de acordo com Mazower “a versão Eurovision nazista do que é hoje: uma competição musical entre os representantes de cada país da Confederação Europeia feliz. O nome do troféu a ser entregue ao melhor intérprete foi o Weimar Music Prize .

Foto: A versão de mocidades nazistas, prestes a agir.

E o que aconteceu então?

Como el estresado rey de “Los caballeros de la mesa cuadrada” que no estaba para cánticos, Hitler no estaba para confederaciones europeas ni para festivales de la canción. Era más de “si lo he conquistado es mío y punto”.

La Competición Cultural de la Juventud de Europa estaba destinada a fracasar con un escenario sin travestis, besos lésbicos o espontáneos que enseñen el culo en mitad de una actuación. ¿A quién hubiese mandado la España de Franco? ¿A Conchita Piquer con su hit “A la lima y al limón”? ¿A los Clippers, con su hit de 1948 “Qué bonita es Barcelona”? La “muy fascistona” Nati Mistral hubiese sido una candidata ideal para representarnos.

Seguramente, lo más parecido a Chikilicuatre que hubiese visto una Europa nazi hubiese sido Juan Torregrosa y su ‘canción del verano’ de 1946 “Tengo una vaca lechera” (“Ich habe eine Milchkuh” en alemán).

¿Y los Alfred y Amaia de los años 40 del pasado siglo? ¿Quienes hubiesen sido? Pues sin duda, Juanito Valderrama y Dolores Abril.”

Juanito Valderrama y Dolores Abril.

O “Festival Eurovisão da Canção” tem uma vasta história. Ele foi inspirado no “Festival de Sanremo” criado em 1950, tendo sua primeira apresentação em 1951.

E para quem gosta de pensar a história para entender melhor os dias atuais, conhecer a história destes festivais seria um bom exercício, suas raízes se estendem anteriormente à 1943, era um velho sonho.

Ler na íntegra: A “Eurovisão” nazista que Hitler inventou em 1943

Leia também: Israel pode ser impedido de ganhar o Eurovision?

Leia também: Pontos zero para Israel

Leia também: Emmanuel Macron: Quem Você Pensa que é?

 

 

Um comentário sobre “*A “União Européia” Idealizada Pelo Nazismo. Cultural ou Simbiótica ?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.