*México – Pais de normalistas exigem justiça e aonde estão os filhos desaparecidos e ainda não encontrados.

Pais de estudantes normalistas de Ayotzinapa exigem a localização de seus parentese justiça para os assassinos.

Eles incendiaram três veículos em frente ao Congresso de Guerreiro.

Centenas de policiais estaduais e federais estão enfrentando professores e alunos; contam três feridos e manifestantes detidos.

Jornal La Jornada

Pelo menos seis caminhões transportadores de vários produtos foram queimados em Chilpancingo, Guerrero; três na esplanada do Congresso Estadual, e três nas ruas próximas. Presentes os movimentos; Coordenadoria Estadual de Trabalhadores da Educação (CETEG), o Movimento Popular de Guerrero (MPG) e Federação dos Estudantes Socialista Camponeses do México (FECSM).

Em resposta, centenas de policiais estaduais e federais atacaram os pais dos 43 normalistas desaparecidos de Ayotzinapa, os participantes foram dispersos com gás lacrimogêneo pelos policiais, o que acabou em três alunos com ferimentos leves.

Marchas de 11:00

Liderados pelos pais dos desaparecidos, centenas de pessoas marcharam a partir de 11 de manhã pelas principais ruas de Chilpancingo.

Por volta do meio-dia, os manifestantes utilizaram três picapes para bater as portas do Legislativo. de Guerreiro Mais tarde, eles incendiaram veículos no pátio do Congresso.

Minutos mais tarde, vieram os elementos da Polícia Anti-Motim do Estado e disparou várias bombas de gás lacrimogêneo, enquanto manifestantes responderam com pedras. O confronto durou cerca de meia hora. No local foram destruídos vidros de alguns escritórios do Congresso.