*[MEMÓRIA] Eles vão Ganhar, Mais não Convencerão

Do: SOLIDARIDAD OBRERA – CNT

[Memória] Eles vão ganhar, mas eles não vão convencer
Foto: CNT

 Em memória de todas as vítimas do regime de Franco que morreram e eram escravos defendendo a liberdade

Tradução livre

“Imagine-se um dia que você está tranquilo, comendo em sua casa. De repente eles batem na porta e te derrubam. Então você vê alguns “guardas civis” com metralhadoras e eles vem até o seu pai ou o seu irmão. Eles mandam você escolher qual dos dois você tem mais amor e quer que fique. Você não sabe o que eles devem, não fizeram nada, mas eles os empurram, empurram. Pai e irmão foram levados embora, enquanto você ouve no rádio, o “caudilho” quer a “regeneração” da Espanha, e também diz que aqueles que não têm mãos manchadas de sangue não têm nada a temer. Seus parentes não os tem, mas eles foram levados da mesma forma.

Eles os colocaram na prisão sem motivo. Talvez o fato de que era filho de republicano ou anarquista, fez campanha em um movimento ideológico diferente dos tolos que deram o golpe, pensava racionalmente ou simplesmente estava insatisfeito com os novos bárbaros que chegavam para para cortar cabeças. Você não imagina que a guerra vai ser ainda mais difícil, aos níveis do insuportável, imagine passar fome, ter apenas cascas de laranja para comer e escolher o filho, filha ou esposa entre os três qual será o agraciado com aquela comida.

Se você tiver sorte, continuará com seu cabelo e não será estuprado(a) andando pela cidade. Eles vão fazer você beber óleo de mamona. Você será forçado(a) a fazê-lo, tomando como uma bebida, enquanto eles começam a rir.

“PORQUE ISSO NÃO É ESTUDADO NA ESCOLA, NÃO APARECE EM LIVROS DIDÁTICOS OU ENCICLOPÉDIAS. É CONHECIDO AGORA, APÓS 40 ANOS DE SILÊNCIO, PORQUE NINGUÉM SE ATREVE A FALAR. FRANCO MORREU EM SUA CAMA E EM SEU PAÍS MAIS DE 100.000 PESSOAS MORRERAM.”

Você está aprendendo lentamente sobre o que está acontecendo. Que seu pai foi condenado à morte apenas por pensar de forma diferente e que a condenação pode ser comutada para ele com punição por trabalho forçado. Você pergunta: Será um escravo? Você não sabe o que te espera. Graças ao seu marido ou a seu pai, a Espanha obterá benefícios milionários. Os prisioneiros políticos construirão pântanos, reservatórios, canais, aeroportos, ferrovias (linha Madri-Burgos ou Madri-Galícia) trabalhando de sol ao sol. Você não vai explicar a ele por carta para que vocês não sofram, você vai descobrir mais tarde todo o sofrimento, se ele tiver sorte o suficiente para cumprir sua “condenação” e ser libertado vivo.

Estes fatos não serão ouvidos nos rádio, (pelos meios do regime autocrático); Você saberá disso gradualmente graças à memória e às primeiras vítimas, que, como seu marido ou pai, começam a falar ao longo dos anos e gradualmente perdem o medo.

Você já ouviu falar que na Alemanha e na Polônia existem campos de concentração comandadas por pessoas muito sádicas, amigos dos “caudilhos”, eles são chamados de nazistas. Mas você não sabe que você tem muito mais perto do que você pensava, existem campos na Espanha, em Miranda de Ebro.

Imagine que seu ente querido, que você ama tanto é forçado a dormir no chão, mijar na mesma tigela em que eles lhe dão água. Você sabe que eles não lhe dão comida e você sabe que ele não pode escapar, porque tem 90% de possibilidades que se capturado, é simples. Ou torturados pelos “chefes” dos campos, forjam relatórios dizendo que eles dão comida ao seu pai, marido ou companheiro.

Um dia, de repente, seu marido consegue fazer contato e diz que eles se mudaram para El Escorial, para construir o que mais tarde será “o Vale dos Caídos”. Eu escrevo em letras minúsculas de propósito. Dias, noites, chuva, neve, sol. E não há um crachá para lembrar que essa pessoa esteve aqui. Suando e trabalhando de graça. Sim, sim, sem ver um centavo. Você possivelmente tem trabalhar dobrado, ou colocar seus filhos para trabalhar desde cedo, porque seu marido é um escravo. Ou seu pai Talvez seu irmão.

Depois de anos, quando você já é forçada a lembrar, porque você não esquece seu rosto, muitos dos prisioneiros voltam para casa. Parecendo ter mais anos do que realmente tem. E com medo de falar. Muitas vezes eles continuam olhando para o vazio.

E você pára de pensar e diz: o que está acontecendo? Quem escreve a história? Porque isso não é estudado na escola, não aparece em livros didáticos ou enciclopédias. É conhecido após 40 anos de silêncio porque ninguém se atreve a falar. Franco morreu em sua cama e em seu país mais de 100.000 pessoas morreram. Inocentes; Ainda tendo sorte que seu parente foi libertado vivo. Muitos deles ainda seguem em valas e valas. Você poderia fazer viagens para a Catalunha. Miguel de Unamuno disse: “Venceram mas não convenceram.

Enquanto isso, você vai à Igreja para comungar, ou homenagear o casamento do seu primo ou do o casamento de seu vizinho e vê que há placas em honra aos mortos “por Deus e pela pátria“. Mas não para todas aquelas pessoas inocentes que morreram assassinadas ou que foram feitas escravas, como seu parente.

Então você não conta as contas. 
Você não conta as contas porque você viveu, sabe que não é um filme o que aconteceu. Qual é a história da sua vida? E isso não é explicado oficialmente, porque 80 anos depois, pode ser que enviem os herdeiros das pessoas que levaram seu marido ou seu pai (fica o trauma). Sim; Talvez se tudo isso fosse conhecido, a humanidade poderia melhorar e evitar fazer o mesmo por pessoas inocentes. O problema é que não há lei que diga que a justiça deve ser feita pela memória de seu pai ou de seu marido. Não há consciência. Você se sente impotente porque, agora que estamos na “democracia”, foi colocada uma cortina, e todos aconselham não falar dela.

Mas isso não aconteceu há muito tempo. E se você parar para pensar sobre isso, essa história que conto poderia ter acontecido com você. Pense nisso. “

PD. Em memória de todas as vítimas do regime de Franco que morreram e eram escravos defendendo a liberdade. Porque nós éramos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.